Skip to content

Noite perfeita

29/01/2011

Antes da primeira noite de autógrafos, eu pinguei ansiedade por uns dois dias. Na quinta-feira que antecedeu o evento, sonhei que tinha ido a uma festa gigante em algum bairro distante de São Paulo, e não sabia voltar. Resolvi caminhar para encontrar um táxi, ônibus ou algo que o valha, e assim retornar. No caminho, via muitas sombras de pessoas, mas não via seus donos. Corpos com braços e pernas pretas que escorriam de algum lugar. As sombras gemiam, riam, cochichavam enquanto se aproximavam de mim. O sol ia dando lugar à noite, mas as sombras não desapareciam. Corria de medo, mas de alguma forma elas conseguiam imprimir-se no chão e nas paredes das casas, mesmo com a escuridão se aproximando.

Encontrei uma rodoviária antiga, que logo descobri ser uma cadeia abandonada. Pior: era o reduto das sombras. Não via parede nem chão, só as sombras me perseguindo. Quando me alcançaram, engoliram meu sono e me cuspiram para o despertar.

Mas a noite de ontem na Livraria Cultura do Conjunto Nacional foi perfeita. Amigos queridos – alguns que não via há anos – me trouxeram lembranças de jovens tempos irresponsáveis, quando a única preocupação era arrumar o dinheiro da cerveja que me faria tomar coragem para puxar a menina mais linda da festa para um forró dengoso, colado no pé da orelha.

A polícia também marcou presença. A tiragem e os delegados, com o bom humor único da categoria. A galera da internet, sempre tão generosa e disposta a ajudar. Saudades de todos.

Peço desculpas a todos que lá estiveram por não poder ter dado a atenção que mereciam. Por mim, abraçaria todo mundo para não deixá-los ir embora, sentaríamos em uma mesa e retomaríamos as histórias de sempre. Não há nada melhor do que compartilhar momentos de alegria com os amigos sinceros. Gente que, mesmo quando nos enfiamos na pior merda, estão sempre ali, oferecendo o braço e sacrificando se sujarem com o apoio. Amo todos vocês, com o que sobrou de melhor em mim ao longo desses anos.

Obrigado, meus amigos.

Para quem se interessar, tem mais fotos aqui, no meu álbum do Facebook.

Anúncios
5 Comentários leave one →
  1. 30/01/2011 06:50

    Cara parabéns pelo noite de autógrafos… ainda não comprei meu exemplar, mas farei isto em breve.

    Eu me interessei por ver mais fotos do evento, mas não tenho (nem quero ter, apaguei a minha) conta no facebook. Se puder, coloca as fotos, também, em algun lugar que possa ser visto sem necessidade de cadastro 🙂

    abs

  2. John permalink
    03/02/2011 18:30

    Olá Roger!

    Eu li seu primeiro Ponto 40 através da indicação de um amigo, e acabei de ler o livro Toupeira( li em um dia, não conseguia parar); confesso que o primeiro não me atraiu muito, no entanto o segundo achei genial, realmente muito empolgante, parabéns !.

    Gostaria de saber se os outros livros da coleção “Grandes Crimes” serão escritos por você também??

    Abraço !

Trackbacks

  1. Sergio Blog 2.4
  2. O que me faz comprar um livro? [blogagem coletiva] » Ladybug Brasil - Sobrevôos, descobertas, achados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s