Skip to content

Toupeira – A história do assalto ao Banco Central

07/12/2010

Toupeira - Roger Franchini

Até 2008, 122 pessoas tinham sido presas, além de outras 120 denunciadas. Destas, 18 foram condenadas, e 3 absolvi‑das. A maioria se envolveu no crime para ajudar a dispersar os valores, usando seus nomes para a compra de investimentos com o dinheiro furtado. Os protagonistas nunca negaram a participação na escavação do túnel; todavia, nenhum assumiu a liderança da equipe. Neste ponto, acusaram‑se mutuamente sobre quem detinha o poder de gestão da obra.

Apesar do trabalho dos órgãos de segurança pública e judiciário, pouco mais de  35% dos R$ 170.000.000,00 foram recuperados. As notas de  50 reais eram antigas, e uma vez retornadas ao mercado, tornou‑se impossível identifcá‑las. Foram perdidas em contas bancárias, transformaram‑se em outros bens ou escondidas em novos buracos desconhecidos. Parte dos fatos, portanto, não chegou ao conhecimento dos juízes. Mesmo assim, a história incompleta foi julgada. Os espaços vazios deixados pela investigação são preenchidos pelo imaginário popular, que faz das pessoas envolvidas perso‑nagens que não correspondem ao que são na realidade. A grandiosidade do evento criou novas personalidades, distin‑tas dos seus verdadeiros executores.

Não espere uma nova tese que vai revolucionar o entendimento sobre o crime ocorrido em 2005.  Informações privilegiadas é coisa de ganso. Minha única fonte de pesquisa foram os autos, lá na boca do cartório da 11ª Vara Federal Criminal de Fortaleza. Disponível para qualquer um, estão ali todos os nomes, laudos periciais e, principalmente, os lapsos fáticos dos acontecimentos. Foi o suficiente para me apaixonar pelo caso. Relatei o que estava escrito, sem a frieza protocolar dos fóruns.

Apesar de  sugerir que conheça pessoalmente a Terra do Sol, a sentença está disponível em no site da Justiça Federal do Ceará. Caso tenha paciência, passe os olhos no processo 2008.81.00.000807-8. Há beleza na burocracia, quando se entende que o desespero não é tão feio quando se pinta.

Lançamento previsto para janeiro de 2011. Torço para que gostem da leitura, tanto quanto eu gostei de escrever.

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. Leandro Vieira permalink
    15/12/2010 18:19

    Roger
    Reserve o meu!
    Um abraço e mto sucesso!

  2. Carol permalink
    28/12/2010 09:52

    Oba!!!! Quero o meu autografado como o .40.
    Bjus

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s